Como criar uma máquina virtual no servidor Xen Centos 5 e instalar o CentOS pela rede

Se você acabou de instalar o CentOS 5 com a opção Virtualização marcada, você estará apto a criar suas próprias máquinas virtuais CentOS seguindo as orientações a seguir:

Obtenha as imagens do Kernel Xen para a instalação do CentOS pelo console da máquina virtual Xen e copie para a pasta /boot:

wget http://mirror.centos.org/centos/5/os/i386/images/xen/initrd.img
cp initrd.img /boot/initrd-xen-install

wget http://mirror.centos.org/centos/5/os/i386/images/xen/vmlinuz
cp vmlinuz /boot/vmlinuz-xen-install

Se você não tiver uma imagem de disco rígido para utilizar nesta instalação, crie uma com o comando abaixo. Note que este comando cria um disco de 40Gb com crescimento dinamico:

dd if=/dev/zero of=bapi.disk.img bs=1M seek=40960 count=0

Crie o arquivo de configuração – nome do arquivo: bapi.conf.linux-install – para iniciar a máquina virtual no “modo de instalação”, lembre-se este arquivo é temporário e apenas para efetuar a instalação, mas a frente veremos como criar um arquivo definitivo para a máquina virtual, segue:

kernel = "/boot/vmlinuz-xen-install"
ramdisk = "/boot/initrd-xen-install"
memory = 512
name = "bapi"
vif = [ 'bridge=xenbr0' ]
disk = [ 'tap:aio:/vms/bapi/bapi.disk.img,xvda,w', ]
on_reboot   = 'destroy'
on_crash    = 'destroy'

É possível encurtar todo o processo de instalação usando arquivos ks, não entrarei em detalhes sobre este arquivo, pois é assunto para pelo menos uma postagem completa. Mas os experts podem adicionar a linha extra e colocar parâmetros como modo de instalação e endereço do arquivo ks, exemplo:

extra = "text ks=http://192.168.254.95/test/minimal-ks.cfg"

Para iniciar a máquina virtual, execute o comando create do servidor Xen informando o caminho completo do arquivo de configuração com o comando abaixo:

xm create bapi.conf.linux-install

A saída deve ser algo assim:

Using config file "./bapi.conf.linux-install".
Started domain bapi

Agora vamos acessar a console da máquina virtual e iniciar a instalação do CentOS, para isto use o comando console do servidor Xen como segue:

xm console bapi

Se tudo correu bem até aqui, você deve visualizar uma tela como esta que segue, referente a seleção do idioma da instalação.

Esta é uma escolha do usuário, eu escolhi Portuguese(Brazilian).

Welcome to CentOS                                                               
 
                   +---------+ Choose a Language +---------+                    
                   |                                       |                    
                   | What language would you like to use   |                    
                   | during the installation process?      |                    
                   |                                       |                    
                   |       Northern Sotho         ^        |                    
                   |       Oriya                  :        |                    
                   |       Polish                 :        |                    
                   |       Portuguese             :        |                    
                   |       Portuguese(Brazilian)  #        |                    
                   |       Punjabi                :        |                    
                   |       Russian                :        |                    
                   |       Serbian                v        |                    
                   |                                       |                    
                   |                +----+                 |                    
                   |                | OK |                 |                    
                   |                +----+                 |                    
                   |                                       |                    
                   |                                       |                    
                   +---------------------------------------+                    
 
  <Tab>/<Alt-Tab> between elements  | <Space> selects | <F12> next screen

Após a seleção do idioma já podemos informar qual será o método de instalação.
Aqui usaremos o método HTTP, que necessita conexão com a internet, mas pelo menos não precisamos baixar todo o CentOS antes de instalar, desta forma serão baixados apenas os pacotes que serão instalados.

 
Bem-vindo ao CentOS                                                             
 
 
                       +---+ Método de Instalação +-+                           
                       |                               |                        
                       | Que tipo de mídia contém os |                          
                       | pacotes a serem instalados?   |                        
                       |                               |                        
                       |         CDROM Local           |                        
                       |         Disco rígido         |                         
                       |         Imagem NFS            |                        
                       |         FTP                   |                        
                       |         HTTP                  |                        
                       |                               |                        
                       |   +----+       +--------+     |                        
                       |   | OK |       | Voltar |     |                        
                       |   +----+       +--------+     |                        
                       |                               |                        
                       |                               |                        
                       +-------------------------------+                        
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> alterna seleção  | <Espaço> seleciona | <F12> continuar

Já que precisamos da internet, obviamente precisaremos configurar um endereço de IP para a instalação do CentOS.

A todo momento tomamos decisões, aqui mais uma. Pois entre eu e você, não há ninguém melhor para tomar esta decisão do que você mesmo. Então fique a vontade para escolher entre IP estático (Manual configuration) ou dinâmico (Dynamic IP configuration (DHCP)).

 
Bem-vindo ao CentOS                                                             
 
 
             +---------------+ Configurar TCP/IP +----------------+             
             |                                                    |             
             | [*] Habilitar suporte para IPv4                    |             
             |        ( ) Dynamic IP configuration (DHCP)         |             
             |        (*) Manual configuration                    |             
             |                                                    |             
             | [ ] Habilitar suporte para IPv6                    |             
             |        (*) Automatic neighbor discovery (RFC 2461) |             
             |        ( ) Dynamic IP configuration (DHCP)         |             
             |        ( ) Manual configuration                    |             
             |                                                    |             
             |         +----+                 +--------+          |             
             |         | OK |                 | Voltar |          |             
             |         +----+                 +--------+          |             
             |                                                    |             
             |                                                    |             
             +----------------------------------------------------+             
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> alterna seleção  | <Espaço> seleciona | <F12> continuar

Se você também definiu IP fixo uma tela para a configuração do IP, como esta abaixo deve estar sendo exibida.
Configure o IP e siga em frente.

 
Bem-vindo ao CentOS                                                             
 
 
        +--------------+ Configuração manual de TCP/IP +-------------+          
        |                                                              |        
        | Entre o endereço e o prefixo IPv4 e/ou IPv6 (endereço /    |          
        | prefixo).  Para IPv4, a notação ponto-decimal ou o estilo  |          
        | CIDR são aceitos. Os campos de gateway e nome de servidor   |         
        | devem conter endereços IPv4 ou IPv6 válidos.               |          
        |                                                              |        
        | Endereço IPv4:    _192.168.254.111 / _24_____________       |         
        | Gateway:           192.168.254.241__________________________ |        
        | Servidor de Nomes: 192.168.254.241__________________________ |        
        |                                                              |        
        |            +----+                      +--------+            |        
        |            | OK |                      | Voltar |            |        
        |            +----+                      +--------+            |        
        |                                                              |        
        |                                                              |        
        +--------------------------------------------------------------+        
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> alterna seleção  | <Espaço> seleciona | <F12> continuar

Este é um dos momentos mais interessantes deste tipo de instalação, pois agora devemos definir o local na web ou endereço web de onde encontra-se o repositório de arquivos do CentOS, pois como foi dito anteriormente a instalação HTTP é feita on-line e precisa de conexão com a internet para baixar os arquivos da instalação e os pacotes que serão instalados.

O Nome do servidor Web e o Diretório CentOS definidos abaixo, indicam que vamos instalar a última versão do CentOS 5.

 
Bem-vindo ao CentOS                                                             
 
 
               +------------+ Configuração do HTTP +----------+                 
               |                                                |               
               | Por favor insira as seguintes informações:   |                 
               |                                                |               
               |     o o nome ou o endereço IP do servidor Web |                
               |     o o diretório neste servidor que contém o|                 
               |       CentOS para a sua arquitetura            |               
               |                                                |               
               | Nome do servidor Web: mirror.centos.org_______ |               
               | Diretório CentOS:    _centos-5/5/os/i386_____ |                
               |                                                |               
               |        +----+               +--------+         |               
               |        | OK |               | Voltar |         |               
               |        +----+               +--------+         |               
               |                                                |               
               |                                                |               
               +------------------------------------------------+               
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> alterna seleção  | <Espaço> seleciona | <F12> continuar

Neste momento o instalador vai tentar efetuar o download das imagens de instalação via internet, uma tela como esta a seguir deve ser exibida enquanto ocorre o download.

 
Bem-vindo ao CentOS                                                             
 
 
 
 
 
 
 
 
    +-----------------------------+ Obtendo +------------------------------+    
    |                                                                      |    
    | Obtendo images/stage2.img...                                         |    
    |                                                                      |    
    +----------------------------------------------------------------------+    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> alterna seleção  | <Espaço> seleciona | <F12> continuar

Se após algum tempo, retornar uma mensagem como esta que segue abaixo, é porque você não está usando a última versão do CentOS, pois como dito, o endereço centos-5/5/os/i386 aponta para a versão mais recente.

Bem-vindo ao CentOS                                                             
 
 
 
 
 
                   +---------------+ Erro +----------------+                    
                   |                                       |                    
                   | A árvore de instalação CentOS deste|                       
                   | diretório não parece combinar com a |                      
                   | mídia de inicialização.            |                       
                   |                                       |                    
                   |                +----+                 |                    
                   |                | OK |                 |                    
                   |                +----+                 |                    
                   |                                       |                    
                   |                                       |                    
                   +---------------------------------------+                    
 
 
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> alterna seleção  | <Espaço> seleciona | <F12> continuar

Neste caso você vai precisar especificar a versão que você instalou, por exemplo para o CentOS 5.5 o endereço é 5.5/os/i386 no site vault.centos.org.

Versões “obsoletas” do CentOS são retiradas da arvore de diretório do repositório principal, então se a versão desejada não está mais no http://mirror.centos.org tenha certeza que não haverá mais atualizações para ela. Mas se você sabe o que está fazendo pode obter estas versões em http://vault.centos.org

Nome do servidor Web e o Diretório CentOS definidos abaixo, indicam que vamos instalar uma versão específica do CentOS, no caso a versão 5.5

Bem-vindo ao CentOS                                                             
 
 
               +------------+ Configuração do HTTP +----------+                 
               |                                                |               
               | Por favor insira as seguintes informações:   |                 
               |                                                |               
               |     o o nome ou o endereço IP do servidor Web |                
               |     o o diretório neste servidor que contém o|                 
               |       CentOS para a sua arquitetura            |               
               |                                                |               
               | Nome do servidor Web: vault.centos.org________ |               
               | Diretório CentOS:    5.5/os/i386_____________ |                
               |                                                |               
               |        +----+               +--------+         |               
               |        | OK |               | Voltar |         |               
               |        +----+               +--------+         |               
               |                                                |               
               |                                                |               
               +------------------------------------------------+               
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> alterna seleção  | <Espaço> seleciona | <F12> continuar

Agora para transformar esta experiência mais interessante ainda, vamos continuar a instalação pelo VNC. Ahh! Porque?

Além da comodidade da instalação via interface gráfica, novos usuários familiarizam-se melhor com a instalação em modo gráfico, caso contrário explicar todas as telas da instalação via texto, ia estender muito este post.

O que vamos fazer agora é ativar o VNC para que possamos continuar com a instalação de qualquer outro computador da rede usando o cliente de VNC de sua preferência, desta forma iniciaremos a instalação em modo gráfico.

É hora de escolher novamente, se quiser seguir a sugestão do autor deste post, selecione Iniciar VNC

 
 
 
 
 
 
 
                +-------+ Você gostaria de usar o VNC? +-------+                
                |                                              |                
                |   O modo de instalação VNC oferece mais      |                
                |   funcionalidade do que o modo texto,        |                
                |   você tem certeza de quer usá-lo            |                
                |                                              |                
                |  +---------------------+   +-------------+   |                
                |  | Utilizar modo texto |   | Iniciar VNC |   |                
                |  +---------------------+   +-------------+   |                
                |                                              |                
                |                                              |                
                +----------------------------------------------+                
 
 
 
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> between elements   |  <Space> selects   |  <F12> next screen

De novo? É verdade, faça mais uma escolha, deseja que o VNC tenha senha ou não.

 
 
 
 
                  +---------+ Configuração do VNC +---------+                   
                  |                                         |                   
                  |  Uma senha evitará que acessos não      |                   
                  |  autorizados observem e monitorem o     |                   
                  |  progresso de sua instalação.  Por      |                   
                  |  favor , entre com uma senha para       |                   
                  |  ser usada para a instalação            |                   
                  |                                         |                   
                  |   Senha:             ________________   |                   
                  |   Senha (confirmar): ________________   |                   
                  |                                         |                   
                  |                                         |                   
                  |  +----+   +-----------+   +--------+    |                   
                  |  | OK |   | Sem senha |   | Voltar |    |                   
                  |  +----+   +-----------+   +--------+    |                   
                  |                                         |                   
                  |                                         |                   
                  +-----------------------------------------+                   
 
 
  <Tab>/<Alt-Tab> between elements   |  <Space> selects   |  <F12> next screen

Ufa, belezas. Agora uma mensagem como esta a seguir deve ser exibida no console da máquina.
Observe as informações contidas nela, principalmente aquele que diz Por favor conecte a 192.168.254.111:1 para iniciar a instalação…, ou seja, o endereço de IP:Porta que é exibido nesta tela é o que você deve utilizar para conectar com o cliente VNC.

Só para deixar em pratos limpos, o IP 192.168.254.111 é o que usei nos testes para este post, o seu provavelmente será outro.

Probing for video card:   Unable to probe                                      
Não foi encontrado hardware de vídeo, assumindo falta de monitor
Iniciando VNC...
O servidor VNC está rodando.
Por favor conecte a 192.168.254.111:1 para iniciar a instalação...
Pressione <enter> para obter uma janela de comandos
Iniciando instalação gráfica...
XKB extension not present on :1

Já que Uma imagem vale mais que mil palavras!, vou deixar elas falarem por mim. Segue as imagens da instalação gráfica via VNC. Se preferir clique aqui para avançar as imagens e continuar lendo, pois vem mais coisas legais por ai.


Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Instalação CentOS por VNC

Isto que você vê abaixo é a tela da console ao terminar a instalação pelo VNC.

sending termination signals...done
sending kill signals...done
disabling swap...
	/dev/mapper/VolGroup00-LogVol01
unmounting filesystems...
	/mnt/runtime done
	disabling /dev/loop0
	/proc done
	/dev/pts done
	/sys done
	/tmp/ramfs done
	/selinux done
	/mnt/sysimage/boot done
	/mnt/sysimage/sys done
	/mnt/sysimage/proc/bus/usb done
	/mnt/sysimage/proc done
	/mnt/sysimage/selinux done
	/mnt/sysimage/dev done
	/mnt/sysimage done
rebooting system
Restarting system.

Terminada a instalação do CentOS, podemos criar o arquivo definitivo de inicialização da máquina virtual, ou seja, sem carregar as imagens de instalação do kernel Xen.

Crie o arquivo de configuração – nome do arquivo: bapi.conf.linux – para iniciar a máquina virtual no “modo de normal”, segue:

bootloader="/usr/bin/pygrub"
memory = 1024
name = "bapi"
vif = [ 'bridge=xenbr0' ]
disk = [ 'tap:aio:/vms/bapi/bapi.disk.img,xvda,w', ]
extra = "3"
on_poweroff = 'destroy'
on_reboot   = 'restart'
on_crash    = 'restart'

Para iniciar a máquina virtual, execute o comando create do servidor Xen informando o caminho completo do arquivo de configuração como no comando abaixo:

xm create bapi.conf.linux

A saída deve ser algo assim:

Using config file "./bapi.conf.linux".
Using <class 'grub.GrubConf.GrubConfigFile'> to parse /grub/menu.lst
Started domain bapi

Pronto, agora se tudo correu bem até aqui, já podemos acessar a console da máquina virtual instalada, a partir do comando:

xm console bapi

Se você executou o comando acima logo após ter dado o comando create, é provável que você veja mensagens do Kernel como estas abaixo, até o carregamento completo do sistema operacional e solicitação de login:

clique aqui para pular estas mensagens e continuar lendo

Linux version 2.6.18-308.el5xen (mockbuild@builder10.centos.org) (gcc version 4.1.2 20080704 (Red Hat 4.1.2-52)) #1 SMP Tue Feb 21 21:26:03 EST 2012
BIOS-provided physical RAM map:
 Xen: 0000000000000000 - 0000000040800000 (usable)
304MB HIGHMEM available.
727MB LOWMEM available.
NX (Execute Disable) protection: active
ACPI in unprivileged domain disabled
Built 1 zonelists.  Total pages: 264192
Kernel command line:  ro root=/dev/VolGroup00/LogVol00 console=xvc0
Enabling fast FPU save and restore... done.
Enabling unmasked SIMD FPU exception support... done.
Initializing CPU#0
CPU 0 irqstacks, hard=c0784000 soft=c0764000
PID hash table entries: 4096 (order: 12, 16384 bytes)
Xen reported: 2400.084 MHz processor.
Console: colour dummy device 80x25
Dentry cache hash table entries: 131072 (order: 7, 524288 bytes)
Inode-cache hash table entries: 65536 (order: 6, 262144 bytes)
Software IO TLB disabled
vmalloc area: ee000000-f4ffe000, maxmem 2d7fe000
Memory: 1024372k/1056768k available (2212k kernel code, 23552k reserved, 1038k data, 184k init, 311304k highmem)
Checking if this processor honours the WP bit even in supervisor mode... Ok.
Calibrating delay using timer specific routine.. 6002.86 BogoMIPS (lpj=12005729)
Security Framework v1.0.0 initialized
SELinux:  Initializing.
selinux_register_security:  Registering secondary module capability
Capability LSM initialized as secondary
Mount-cache hash table entries: 512
CPU: L1 I cache: 32K, L1 D cache: 32K
CPU: L2 cache: 256K
CPU: L3 cache: 8192K
Checking 'hlt' instruction... OK.
SMP alternatives: switching to UP code
Freeing SMP alternatives: 14k freed
Brought up 1 CPUs
checking if image is initramfs... it is
Freeing initrd memory: 7304k freed
Grant table initialized
NET: Registered protocol family 16
Brought up 1 CPUs
PCI: setting up Xen PCI frontend stub
ACPI: Interpreter disabled.
Linux Plug and Play Support v0.97 (c) Adam Belay
pnp: PnP ACPI: disabled
xen_mem: Initialising balloon driver.
usbcore: registered new driver usbfs
usbcore: registered new driver hub
PCI: System does not support PCI
PCI: System does not support PCI
NetLabel: Initializing
NetLabel:  domain hash size = 128
NetLabel:  protocols = UNLABELED CIPSOv4
NetLabel:  unlabeled traffic allowed by default
NET: Registered protocol family 2
IP route cache hash table entries: 32768 (order: 5, 131072 bytes)
TCP established hash table entries: 131072 (order: 8, 1048576 bytes)
TCP bind hash table entries: 65536 (order: 7, 524288 bytes)
TCP: Hash tables configured (established 131072 bind 65536)
TCP reno registered
audit: initializing netlink socket (disabled)
type=2000 audit(1338820837.118:1): initialized
highmem bounce pool size: 64 pages
VFS: Disk quotas dquot_6.5.1
Dquot-cache hash table entries: 1024 (order 0, 4096 bytes)
Initializing Cryptographic API
alg: No test for crc32c (crc32c-generic)
ksign: Installing public key data
Loading keyring
- Added public key E4B7FFDB66F0F649
- User ID: CentOS (Kernel Module GPG key)
io scheduler noop registered
io scheduler anticipatory registered
io scheduler deadline registered
io scheduler cfq registered (default)
pci_hotplug: PCI Hot Plug PCI Core version: 0.5
rtc: IRQ 8 is not free.
Non-volatile memory driver v1.2
Linux agpgart interface v0.101 (c) Dave Jones
brd: module loaded
Xen virtual console successfully installed as xvc0
Linux version 2.6.18-308.el5xen (mockbuild@builder10.centos.org) (gcc version 4.1.2 20080704 (Red Hat 4.1.2-52)) #1 SMP Tue Feb 21 21:26:03 EST 2012
BIOS-provided physical RAM map:
 Xen: 0000000000000000 - 0000000040800000 (usable)
304MB HIGHMEM available.
727MB LOWMEM available.
NX (Execute Disable) protection: active
ACPI in unprivileged domain disabled
Built 1 zonelists.  Total pages: 264192
Kernel command line:  ro root=/dev/VolGroup00/LogVol00 console=xvc0
Enabling fast FPU save and restore... done.
Enabling unmasked SIMD FPU exception support... done.
Initializing CPU#0
CPU 0 irqstacks, hard=c0784000 soft=c0764000
PID hash table entries: 4096 (order: 12, 16384 bytes)
Xen reported: 2400.084 MHz processor.
Console: colour dummy device 80x25
Dentry cache hash table entries: 131072 (order: 7, 524288 bytes)
Inode-cache hash table entries: 65536 (order: 6, 262144 bytes)
Software IO TLB disabled
vmalloc area: ee000000-f4ffe000, maxmem 2d7fe000
Memory: 1024372k/1056768k available (2212k kernel code, 23552k reserved, 1038k data, 184k init, 311304k highmem)
Checking if this processor honours the WP bit even in supervisor mode... Ok.
Calibrating delay using timer specific routine.. 6002.86 BogoMIPS (lpj=12005729)
Security Framework v1.0.0 initialized
SELinux:  Initializing.
selinux_register_security:  Registering secondary module capability
Capability LSM initialized as secondary
Mount-cache hash table entries: 512
CPU: L1 I cache: 32K, L1 D cache: 32K
CPU: L2 cache: 256K
CPU: L3 cache: 8192K
Checking 'hlt' instruction... OK.
SMP alternatives: switching to UP code
Freeing SMP alternatives: 14k freed
Brought up 1 CPUs
checking if image is initramfs... it is
Freeing initrd memory: 7304k freed
Grant table initialized
NET: Registered protocol family 16
Brought up 1 CPUs
PCI: setting up Xen PCI frontend stub
ACPI: Interpreter disabled.
Linux Plug and Play Support v0.97 (c) Adam Belay
pnp: PnP ACPI: disabled
xen_mem: Initialising balloon driver.
usbcore: registered new driver usbfs
usbcore: registered new driver hub
PCI: System does not support PCI
PCI: System does not support PCI
NetLabel: Initializing
NetLabel:  domain hash size = 128
NetLabel:  protocols = UNLABELED CIPSOv4
NetLabel:  unlabeled traffic allowed by default
NET: Registered protocol family 2
IP route cache hash table entries: 32768 (order: 5, 131072 bytes)
TCP established hash table entries: 131072 (order: 8, 1048576 bytes)
TCP bind hash table entries: 65536 (order: 7, 524288 bytes)
TCP: Hash tables configured (established 131072 bind 65536)
TCP reno registered
audit: initializing netlink socket (disabled)
type=2000 audit(1338820837.118:1): initialized
highmem bounce pool size: 64 pages
VFS: Disk quotas dquot_6.5.1
Dquot-cache hash table entries: 1024 (order 0, 4096 bytes)
Initializing Cryptographic API
alg: No test for crc32c (crc32c-generic)
ksign: Installing public key data
Loading keyring
- Added public key E4B7FFDB66F0F649
- User ID: CentOS (Kernel Module GPG key)
io scheduler noop registered
io scheduler anticipatory registered
io scheduler deadline registered
io scheduler cfq registered (default)
pci_hotplug: PCI Hot Plug PCI Core version: 0.5
rtc: IRQ 8 is not free.
Non-volatile memory driver v1.2
Linux agpgart interface v0.101 (c) Dave Jones
brd: module loaded
Xen virtual console successfully installed as xvc0
Event-channel device installed.
Uniform Multi-Platform E-IDE driver Revision: 7.00alpha2
ide: Assuming 50MHz system bus speed for PIO modes; override with idebus=xx
ide-floppy driver 0.99.newide
usbcore: registered new driver hiddev
usbcore: registered new driver usbhid
drivers/usb/input/hid-core.c: v2.6:USB HID core driver
PNP: No PS/2 controller found. Probing ports directly.
i8042.c: No controller found.
mice: PS/2 mouse device common for all mice
md: md driver 0.90.3 MAX_MD_DEVS=256, MD_SB_DISKS=27
md: bitmap version 4.39
TCP bic registered
Initializing IPsec netlink socket
NET: Registered protocol family 1
NET: Registered protocol family 17
Using IPI No-Shortcut mode
XENBUS: Device with no driver: device/vbd/51712
XENBUS: Device with no driver: device/vif/0
Initalizing network drop monitor service
Freeing unused kernel memory: 184k freed
Write protecting the kernel read-only data: 401k
Red Hat nash version 5.1.19.6 starting
Mounting proc filesystem
Mounting sysfs filesystem
Creating /dev
Creating initial device nodes
Setting up hotplug.
Creating block device nodes.
Loading ehci-hcd.ko module
Loading ohci-hcd.ko module
Loading uhci-hcd.ko module
USB Universal Host Controller Interface driver v3.0
Loading jbd.ko module
Loading ext3.ko module
Loading xenblk.ko module
Registering block device major 202
 xvda: xvda1 xvda2
Loading dm-mod.ko module
device-mapper: uevent: version 1.0.3
device-mapper: ioctl: 4.11.6-ioctl (2011-02-18) initialised: dm-devel@redhat.com
Loading dm-log.ko module
Loading dm-mirror.ko module
Loading dm-zero.ko module
Loading dm-snapshot.ko module
Loading dm-mem-cache.ko module
Loading dm-region_hash.ko module
Loading dm-message.ko module
Loading dm-raid45.ko module
device-mapper: dm-raid45: initialized v0.2594l
Scanning and configuring dmraid supported devices
Scanning logical volumes
  Reading all physical volumes.  This may take a while...
  Found volume group "VolGroup00" using metadata type lvm2
Activating logical volumes
  2 logical volume(s) in volume group "VolGroup00" now active
Creating root device.
Mounting root filesystem.
kjournald starting.  Commit interval 5 seconds
EXT3-fs: mounted filesystem with ordered data mode.
Setting up other filesystems.
Setting up new root fs
no fstab.sys, mounting internal defaults
Switching to new root and running init.
unmounting old /dev
unmounting old /proc
unmounting old /sys
type=1404 audit(1338820841.279:2): enforcing=1 old_enforcing=0 auid=4294967295 ses=4294967295
type=1403 audit(1338820841.487:3): policy loaded auid=4294967295 ses=4294967295
INIT: version 2.86 booting
		Welcome to  CentOS release 5.8 (Final)
		Press 'I' to enter interactive startup.
Configurando relógio  (utc): Seg Jun  4 11:40:43 BRT 2012 [  OK  ]
Iniciando udev: [  OK  ]
Carregando o mapa do teclado padrão (us): [  OK  ]
Definindo o nome da máquina bapi:  [  OK  ]
Configurando a Gestão de Volumes Lógicos (LVM):   2 logical volume(s) in volume group "VolGroup00" now active [  OK  ]
Verificando sistemas de arquivo
Checking all file systems.
[/sbin/fsck.ext3 (1) -- /] fsck.ext3 -a /dev/VolGroup00/LogVol00 
/dev/VolGroup00/LogVol00: clean, 50691/10190848 files, 665212/10182656 blocks
[/sbin/fsck.ext3 (1) -- /boot] fsck.ext3 -a /dev/xvda1 
/boot: clean, 37/26104 files, 17108/104388 blocks [  OK  ]
Remontando o sistema de arquivo root no modo leitura-escrita:  [  OK  ]
Montando sistemas de arquivo locais:  [  OK  ]
Ativando quotas dos sistemas de arquivos locais: [  OK  ]
Ativando a memória virtual no /etc/fstab:  [  OK  ]
INIT: Entering runlevel: 3
Iniciando startup não-interativo
Aplicando atualização de Microcódigo de CPU Intel: [FALHOU]
Iniciando leitura prévia (readahead) em segundo plano: [  OK  ]
Procurando mudanças no hardware [  OK  ]
iSCSI daemon: [  OK  ]
Aplicando regras ao firewall iptables: [  OK  ]
Carregando módulos iptables adicionais: ip_conntrack_netbios_ns [  OK  ]
Iniciando mcstransd: [  OK  ]
Iniciando a interface 'loopback':  [  OK  ]
Iniciando interface eth0:   [  OK  ]
Iniciando auditd: [  OK  ]
Iniciando restorecond: [  OK  ]
Iniciando o registrador do sistema: [  OK  ]
Iniciando o servidor de registros do kernel: [  OK  ]
Iniciando irqbalance: [  OK  ]
iscsid (pid  867) está rodando...
Estabelecendo alvos iSCSI: iscsiadm: No records found [  OK  ]
Iniciando portmap: [  OK  ]
Iniciando o NFS statd: [  OK  ]
Iniciando smartd: [  OK  ]
 
CentOS release 5.8 (Final)
Kernel 2.6.18-308.el5xen on an i686
 
bapi login:


Agora é com você, faça login e divirta-se.

Eu vou transformar esta instalação CentOS um proxy reverso com Nginx para utilizar uma aplicação Tornado, quando terminar faço um pingback para este post.

Parte da instalação já está pronta, acesse o post abaixo para ver como transformar este CentOS em um servidor de aplicação Tornado.

Configurar o CentOS 5 para suporte ao Tornado no Python 2.6

Valeu.

2 comentários sobre “Como criar uma máquina virtual no servidor Xen Centos 5 e instalar o CentOS pela rede”

Deixe uma resposta